sábado, 22 de setembro de 2007

TU


O teu cheiro inebriante
causa um desejo fulgurante
provoca suores frios
arrepios
um aroma fascinante

O sabor da tua pele
liberta as feromonas da paixão
o sentido adormecido
o prazer contido
de liberdade e imensidão

12 comentários:

Juliana Caribé disse...

ADOREI o seu espaço. Casualmente parei aqui, mas se você deixar, volto sempre!
Bom fim de semana.

Navegante Do Amor disse...

Minha amiga, encantado com o que vi. Tanto na escrita como nas fotos.Bom fim de semana.

Bichinho disse...

Obrigado pela visita...
Adoro ler este cantinho.

Beijo fantasma

Claudia Perotti disse...

texto e imagem ...bela sensualidade!

Beijinhossss

Twlwyth disse...

Aromas doces que se trocam na imensidão do tempo despido.

*©õllyß®y disse...

Senssualidade em encanto...

Doce beijo

O Profeta disse...

Saberás que um bando de gaivotas
Fugidas à fúria de alteroso mar
São pássaros perdidos do ninho
Que a bruma não deixa encontrar

Saberás também que o mar
Cavalga nas asas do vento
Em dias de forte tempestade
Aos olhos de um Neptuno atento

Bom fim de semana

Abraço

Cackau Loureiro disse...

quanta imensidão esta!!!


adorei aqui!

impulsos disse...

Hum...
Sensualidade é o que não falta por aqui!
Sim senhora, gostei imenso!!

Beijinho

sveronica disse...

Um banho de sensualidade. Inebriante!

Beijos

Diannus do Nemi disse...

.

Vontades e vontades...

Quem, será, amamos mais? O desejado ou o desejo?

Gostei,
Abraço!

.

MalucaResponsavel disse...

acabei d utilizar a palavra inebriante e agr... :) bj